Comunicado Nº 2. Medidas imediatas
Fecha: 1971 08 07
Grupo: Vanguarda Popular Revolucionária (VPR)
País: Brasil
Categoria : Comunicado
 Logo del Grupo:


 Ficheros del Artículo:

Este Comunicado no posee ningun fichero


Comunicado Nº 2 - Medidas imediatas

1) - Os últimos acontecimentos provaram com sangue e fogo a inviabilidade dos grupos armados tais quais se encontram atualmente. Demonstram principalmente, que o compasso de espera é certamente uma atitude de entrega e resignação, incompatível com o espírito revolucionário.

2) - A Org. deve buscar seu caminho de forma radical. Sua indefinição política e sua extremada fragilidade orgânica foi responsável pela perda de numerosas vidas e pela queda de muitos companheiros, nos últimos 6 meses, principalmente, numa forma aguda.

A evolução da situação que aparentemente se desenvolvia como uma "crise política" correndo paralela as "crises de segurança"- e que na verdade tratava-se de uma dinâmica própria das Os. Armadas no Brasil, a "dinâmica da sobrevivência" - levou a extinção da O. Atualmente o que existe é o final da derrota, alguns elementos que devem ser preservados para que se possa tirar do fracasso desta experiência as lições necessárias.

3) - O Comando considera como objetivos imediatos da atuação da O.: a) a tentativa de preservar as vidas dos militantes restantes; b) a necessidade de uma redefinição política retirando-se um balanço crítico objetivo da fracassada militância anterior.

4) - Para isto, determina de forma imediata : - a) A Organização está desmobilizada; b) está convocado o II Congresso Nacional.

5) - Por desmobilização entendemos: - a) Suspensão de ações armadas; b) Suspensão de reuniões com condições de segurança precárias; c)redução ao mínimo indispensável da circulação dos militantes; d) estabelecimentos de contatos apenas para encaminhamentos urgentes e comunicações (suspensão da duplicidade de contatos com outras Os.); e) Comunicação imediata às outras Os. da atual perspectiva política da O. Isto é, que a O. está praticamente extinta no Brasil e que estamos desmobilizados definitivamente; f) Criar excepcionais condições de segurança para todos os quadros queimados.

6) - Por se atrasar na adoção desta perspectiva, hoje, quando a adotamos reconhecemos claramente a extinção total da O., tal como a conhecíamos no Brasil. A O. vai tentar se remontar com os recursos que conta em todo o mundo e vai ser um trabalho árduo e demorado.

7) - A nova perspectiva política da O. está sintetizada nos documentos: - "O PROBLEMA ATUAL DA ESQUERDA Revolucionária" (Guilherme) e o "O FUTURO COMEÇA HOJE" (base Gerson Teodoro de Oliveira). Estes documentos serão divulgados para as organizações da frente.

8) - A convocação do II Congresso Nacional está feita e sua realização será estudada dentro das possibilidades e capacidade da desmobilização.

9) - O novo Comando julga-se em condições de assumir tal posição tão radical e absolutamente divergente do Comando anterior por: a) Ser esta a posição da maioria dos quadros da O.; b) Considerar que tal posição está plenamente justificada pelos fatos e que nenhuma outra foi apresentada de forma objetiva a não ser a espera suicida e indefinida; c) possuir poderes orgânicos atuais segundo as normas que sempre estiveram em vigência na Organização.

OUSAR LUTAR
OUSAR VENCER

Comando VPR / 7/8/71

© 2006 - Cedema.org - CENTRO DE DOCUMENTACION DE LOS MOVIMIENTOS ARMADOS