Comunicado Nº 3 - Aos companheiros no exterior
Fecha: 1971 08 07
Grupo: Vanguarda Popular Revolucionária (VPR)
País: Brasil
Categoria : Comunicado
 Logo del Grupo:


 Ficheros del Artículo:

Este Comunicado no posee ningun fichero


COMUNICADO Nº 3 - AOS COMPANHEIROS NO EXTERIOR

A O. no Brasil chegou agora ao esgotamento total. Estamos sem as mínimas condições de atuação e sem possibilidades por mais remotas de tirar uma definição conseqüente, que sirva de guia para uma prática revolucionária.

Lentamente a O. foi sendo destruída, não restando senão alguns quadros, muito poucos, que não tem a mínima segurança e dos quais a ínfima minoria tem uma experiência maior.

A crise política da O. que se seguiu a ação do embaixador Suíço levou a uma aguda crise no Comando em abril/maio deste ano, tendo como conseqüência o desligamento inusitado de 2 dos companheiros do CN. Um destes companheiros caiu a 5 de maio, outro pediu ingresso numa outra Organização e a VPR não conseguiu discutir suficientemente com tal companheiro para entender a posição por ele assumida.

O Companheiro do Comando restante estabeleceu uma assim chamada "Coordenação Provisória" que teve vida curta. Sua finalidade era coordenar discussões na O. mas já a 12 de maio caíam 2 companheiros da Coordenação, restando dela um único que ficou sendo "Comando de UC". Na realidade, porém, a situação era muito pior: a UC/JGB da Guanabara perdeu de março até maio quase todos os seus quadros. Restaram alguns poucos, dos quais caíram 2, entre maio e agosto. Em SP, não existe UC, senão alguns quadros recém recrutados, e que não tem condições de sozinhos montar uma UC.

O Comando, isto é, o companheiro Comandante estava ligado ao Nordeste, sendo que lá o trabalho dependia dele, quase que exclusivamente e de um outro quadro. A situação em GB e SP ficava sendo de espera durante os meses que vão de maio a agosto, já que o Comando só apareceu por aqui ocasionalmente.

Entre 1 e 5 de agosto caíram os 2 companheiros fundamentais no NE, sendo que o Comandante Moisés foi assassinado no dia 5, no Rio de Janeiro, estando aqui para tomar decisões a respeito da situação caótica estabelecida. Com sua queda ficou estabelecido um novo Comando que tomou medidas radicais para impedir o assassinato dos companheiros remanescentes. Enfim hoje, a O. está extinta no Brasil. As medidas principais serão comunicadas oralmente e se sintetizam em: a) A O. está desmobilizada (o que significa apenas reconhecer com palavras uma situação de fato que se estendia desde maio deste ano e buscar salvar o que sobrou). b)Convocamos o Congresso, do qual os companheiros tomarão conhecimento posteriormente.

Para realizar isto precisamos que os companheiros nos enviem dinheiro, o máximo possível: o mínimo é de Cr$ 35.000,00 (trinta e cinco mil cruzeiros). Sem este dinheiro certamente não sobrará um único remanescente no Brasil. Esperamos, com urgência, a colaboração dos companheiros.

OUSAR LUTAR
OUSAR VENCER

Comando VPR

Em 7/8/71

© 2006 - Cedema.org - CENTRO DE DOCUMENTACION DE LOS MOVIMIENTOS ARMADOS