A violência contra mulheres no jornal “A Classe Operária” (1967-1983)
Fecha: 2012 08 24
Grupo: Artículos
País: Brasil
Categoria : Comunicado
 Logo del Grupo:


 Ficheros del Artículo:

Descargar Archivo
Nascimento_Mirian-2011b.pdf


A VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES NO JORNAL “A CLASSE OPERÁRIA” (1967-1983)*

NASCIMENTO, Mirian Alves do
Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC

RESUMO: Este trabalho tem por objetivo analisar as denúncias de violencias praticadas contra mulheres aprisionadas pelos órgãos de repressão do estado, publicadas no Jornal “A Classe Operária", vinculado ao Partido Comunista do Brasil, durante a ditadura militar no Brasil (1964 a 1985). A partir dos estudos de gênero e da História Oral analisamos documentos produzidos, durante e posteriormente aos “anos de chumbo”, como o jornal alternativo “A Classe Operária”, algumas entrevistas, site, relatos e livros de memórias, no intuito de observar se os /as sujeitos que escreveram/produziram as notícias se utilizaram das construções de gênero presentes na sociedade daquele período para sensibilizar os/as leitores/as frente às sevícias cometidas pelo governo militar contra seus opositores . Observamos, então, que algunas denúncias que falam acerca da violência contra as mulheres nos períodos de ditadura, praticadas pelo estado, denunciam a violência sexual explicitamente enquanto em relação aos homens pode apenas ser inferida. De modo generalizante, as construções de gênero aparecem num viés geracional, apontando a fragilidade de crianças e pessoas idosas frente à tortura.

PALAVRAS-CHAVE: mulheres, violência, “A Classe Operária", gênero, ditadura.
______________________________________________________________________________________________________

* Trabalho apresentado no GT Mídia Alternativa, integrante do VIII Encontro Nacional de História da Mídia, 2011.

© 2006 - Cedema.org - CENTRO DE DOCUMENTACION DE LOS MOVIMIENTOS ARMADOS