Experiência de luta na emancipação feminina: mulheres na ALN
Fecha: 2013 01 27
Grupo: Artículos
País: Brasil
Categoria : Comunicado
 Logo del Grupo:


 Ficheros del Artículo:

Descargar Archivo
Badan_Ribeiro-2011.pdf


EXPERIÊNCIA DE LUTA NA EMANCIPAÇÃO FEMININA: MULHERES NA ALN

MARIA CLÁUDIA BADAN RIBEIRO

Universidade de São Paulo

RESUMO: A pesquisa teve como objetivo recuperar as redes de solidariedade formadas por mulheres que mantiveram ou não vínculos orgânicos com a ALN (Ação Libertadora Nacional) e que prestaram os mais diversos tipos de colaboração a essa organização, participando não apenas dos levantamentos para ações armadas ou diretamente de sua execução, mas desempenhando também um papel primordial na retaguarda do movimento armado. A colaboração dessas mulheres foi parte também das transformações que se processaram na sociedade da época com relação à participação da mulher no espaço público. Na militância política, elas também introduziram mudanças na divisão de papéis entre os sexos e ressignificaram sua participação no interior dos grupos nos quais se incorporaram. Sua atividade foi fundamental para garantir a vida de pessoas, bem como permitir a continuação das atividades da organização no Brasil, em especial nos momentos mais repressivos da ditadura. Muito além de pequenos gestos, como se supõe, essas mulheres formaram uma força discreta, que deu aos militantes clandestinos a estabilidade necessária para continuarem na luta.

Palabras-Chave: ALN, Ditadura civil-militar, Memória, Mulheres, Resistência

ABSTRACT: The research aimed to restore the solidarity networks formed by women who maintained or no organic links with the ALN (National Liberation Action), which provided the most diverse types of contributions to that organization, participating not only from surveys or directly to armed actions his execution, but also playing a pivotal role in the rear of the armed movement. The collaboration of these women was also part of the changes which were processed in the society of that time with respect to women's participation in public space. In political activism, they also introduced changes in the division of roles between the sexes, and resignify their participation within the groups of which it is incorporated. Its activity was essential to safeguard the lives of people as well as to enable continuation of the organization's activities in Brazil, especially in the most repressive dictatorship. Much more than a minor adjustment, as is supposed, these women formed a slight force, which gave the clandestine militants stability to continue the fight.

Keywords: ALN, Civil-Military Dictatorship, Memory, Resistance, Women

© 2006 - Cedema.org - CENTRO DE DOCUMENTACION DE LOS MOVIMIENTOS ARMADOS