Revolução, socialismo e democracia: os aportes do marxismo-leninismo para a questão democrática
Fecha: 2015 12 19
Grupo: Artículos
País: Brasil
Categoria : Comunicado
 Logo del Grupo:


 Ficheros del Artículo:

Descargar Archivo
Grossi_D-2015.pdf


REVOLUÇÃO, SOCIALISMO E DEMOCRACIA: OS APORTES DO MARXISMO-LENINISMO PARA A QUESTÃO DEMOCRÁTICA NA RESISTÊNCIA ARMADA CONTRA A DITADURA MILITAR NO BRASIL

DIEGO GROSSI PACHECO

Dissertação apresentada ao Programa de PósGraduação em História Comparada da Universidade Federal do Rio de Janeiro, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em História Comparada

RESUMO: Nos debates ocorridos na historiografia brasileira ao longo da última década, principalmente por conta das contendas levantadas diante dosmarcos de quarenta (2004) e cinquenta (2014) anos do golpe de 1964, a relação entre a luta armada contra a ditadura militar e a questão democrática vem ganhando destaque. Sobressai uma corrente de historiadores que, transformando os paradigmas liberais em axiomas, alegam como inerentes às esquerdas armadas propósitos de caráter não democrático. Tal percepção incorre no erro de desconsiderar que os revolucionários brasileiros desenvolveram seus projetos ancorados em uma perspectiva democrática não liberal, a marxista. Para que haja uma compreensão justa sobre a concepção democrática dos guerrilheiros que enfrentaram o regime militar no Brasil é necessário identificar seu arcabouço teórico marxista-leninista, recorrendo, para tal, à análise comparada entre os clássicos desta correntee os documentos programáticos da esquerda armada brasileira. A constatação de manifestações das perspectivas democráticas de caráter marxista (que abarca questões de cunho econômico, político e social) entre os projetos dos adeptos da crítica das armas permite demonstrar os equívocos dos que inserem esses guerrilheiros em uma tradição antidemocrática.

Palavras-chave: questão democrática; ditadura militar; luta armada.

ABSTRACT: In the debates that occurred in Brazilian historiography over the last decade, mainly because of the forty and fifty years of coup d’étatof 1964 (2004 and 2014, respectively), the relationship between the armed struggle against the Military Dictatorship and the democratic issue has excelled, highlighting a group of historians that transform liberal paradigms in axioms and, therefore, understand that the guerrillas had dictatorial goals. However, a comparative analysis between the liberal and Marxist conceptions of democracy demonstrates the limits of this perspective, whose error is to ignore that Brazilian revolutionaries developed their projects anchored in a non-liberal democratic perspective, but Marxist. To understand the democratic conception of these revolutionariesis necessary to identify its Marxist-Leninist influence, making a comparative analysis among the classics of this current and the documents of the Brazilian armed left. The confirmation of Marxist democratic prospects (with points of economic, political and social kind)in the projects of the guerrillas shows the errors of historians who deny its democratic character.

Keywords:democratic issue; military dictatorship; guerrilla warfare.

© 2006 - Cedema.org - CENTRO DE DOCUMENTACION DE LOS MOVIMIENTOS ARMADOS